Robótica

Novo hedge fund depende de um exército anônimo de codificadores para ter lucro

Uma startup de São Francisco usa fluxos de dados criptografados, aprendizado de máquina e pagamentos em Bitcoin para tirar obter informações para alimentar seus negócios.

  • Terça-feira, 13 de dezembro de 2016
  • Por Jamie Condliffe
  • Tradução por Elisa Matte (Opinno)

O hedge fund Numerai é excepcionalmente grande em pessoal em comparação com seus rivais, ostentando mais de 7.500 desenvolvedores. Mas o que é mais incomum é que esses funcionários podem ser totalmente anônimos.

Como relata a TechCrunch, a startup de São Francisco envia dados comerciais criptografados para programadores que se inscreveram para trabalhar para ele. Cada um deles desenvolve diferentes técnicas de aprendizagem de máquina para fazer previsões com base nos dados e, em seguida, envia as previsões de volta para a Numerai. Se elas forem úteis, o cientista recebe em Bitcoin.

Parece um sonho com todas as palavras-chave de um capitalista de risco. Mas depois de um ano de negociação, seu fundador, Richard Craib, diz que está ganhando dinheiro. E que a empresa fechou recentemente uma rodada de financiamento, obtendo US$ 6 milhões, o que pelo menos sugere que o sonho é um que os investidores pelo menos acreditam que tem pernas.

Imagem: Richard Craib

Algoritmos certamente não são novidade para hedge funds, e Numerai não é o único a usar inteligência artificial para abordar seus negócios. Abordagens com aprendizagem de máquina podem triturar dados extra que os seres humanos nunca teriam tempo de processar e o algoritmos comuns não poderiam fazer sentido. Eles podem ser usados para tirar conclusões de notícias cobertas por mídia social, por exemplo, bem como detectar tendências em dados não estruturados.

De fato, muitos hedge funds estão investindo pesadamente em IA. E talvez por uma boa razão: a indústria tem sido alvo de críticas este ano de várias lados por ser muito cara enquanto também pouco efetiva. Mas enquanto parece uma boa ideia ter uma máquina aprendendo a detectar tendências, ainda vamos ver como esses sistemas funcionarão a longo prazo. Os sistemas de IA podem ser sensíveis à incerteza e boatos, por exemplo, algo que é muito comum nos mercados financeiros.

A situação da Numerai também levanta algumas de suas próprias questões. O anonimato de seus funcionários, por exemplo, significa que é impossível dizer se os cientistas de dados que trabalham para Numerai também podem estar envolvidos com outras empresas e instituições que apresentam um conflito de interesses. E, como observa a Wired, o uso da criptografia pela empresa é um ato de equilíbrio delicado entre velocidade e segurança que precisará ser tratado com cuidado.

Mesmo assim, é uma abordagem interessante para uma indústria que precisa de um empurrãozinho. Talvez Wall Street possa em breve ter seu próprio exército de cientistas de dados anônimos, também.

(Leia mais: TechCrunch, Wired, Financial Times, “Crunching for Dollars”, “Will AI-Powered Hedge Funds Outsmart the Market?")

Para deixar seu comentário, por favor, regístrate ou efetue seu login

Esqueceu sua senha?

Publicidade

Vídeo

Inovadores com menos de 35 anos Brasil

Mais Vídeos

Informes Especiais

Uma Cura para os Gastos com Saúde

Os gastos com a saúde estão fora de controle. E a inovação em medicamentos, testes e tratamentos é o motivo. Mas e se a tecnologia pudesse ser uma forma de poupar dinheiro ao invés de gastá-lo?

Ganhando Com Dispositivos Móveis

Publicidade
Publicidade