Web

Infelizmente, a Internet não está tornando o mundo um lugar melhor

As empresas de tecnologia estão tentando acelerar a disseminação da revolução digital, mas um novo estudo sugere que elas poderiam fazer mais mal do que bem.

  • segunda-feira, 18 de janeiro de 2016
  • Por Will Knight
  • Tradução por Elisa Matté (Opinno)

Imagem: Projeto Loon está pronto para o lançamento.

Um novo mundo digital corajoso está emergindo rapidamente conforme o acesso à Internet, smartphones e outras tecnologias se espalhar rapidamente através de nações menos ricas. Mas isso poderia estar, às vezes fazendo mais mal do que bem?

Um novo relatório fascinante do Banco Mundial examina o impacto que estas tecnologias digitais estão tendo em todo o mundo. É um lembrete de que a disseminação da tecnologia muitas vezes não é a panacéia que muitos esperamos que seja.

O estudo encontrou aspectos positivos, o que eles chamam de "dividendos digitais", tais como um novo crescimento econômico e aumento do acesso à educação. Mas ele afirma que eles estão sendo distribuídos de forma desigual, especialmente nos países em desenvolvimento. Os países mais pobres e os indivíduos que não têm acesso às tecnologias vão ficar para trás de seus pares, adverte o relatório, e em alguns casos as desigualdades sociais poderiam ser exacerbadas.

Como o New York Times escreve, isso contradiz alguns dos pressupostos por trás dos esforços do Vale do Silício para difundir o acesso à Internet para as nações mais pobres, como o esforço de oferecer internet por balões do Google, Projeto Loon, e serviço de Internet subsidiado do Facebook, Internet.org. Na Índia, o esforço do Facebook, que fornece apenas um acesso limitado à Internet para além da rede social, já se tornou alvo de algumas críticas severas.

Ele também parece ser um contador importante para uma filosofia global de tecno-otimismo que às vezes parece permear a indústria de tecnologia. Os países mais ricos precisam ter isso em mente também. A difusão das tecnologias digitais mais avançadas, como inteligência artificial e robótica poderia começar dando a algumas empresas grandes vantagens, enquanto erradicando ou mudando fundamentalmente muitos empregos.

(Fonte: Banco Mundial, The New York Times)

Para deixar seu comentário, por favor, regístrate ou efetue seu login

Esqueceu sua senha?

Publicidade

Vídeo

Inovadores com menos de 35 anos Brasil

Mais Vídeos

Informes Especiais

Uma Cura para os Gastos com Saúde

Os gastos com a saúde estão fora de controle. E a inovação em medicamentos, testes e tratamentos é o motivo. Mas e se a tecnologia pudesse ser uma forma de poupar dinheiro ao invés de gastá-lo?

Ganhando Com Dispositivos Móveis

Publicidade
Publicidade