Informática

Este dispositivo pode dizer o que há de errado com o seu ar condicionado só de ouvi-lo

Dispositivo e aplicativo da Augury para iPhone prestam atenção nos sons e vibrações ultrassônicas para descobrir o que há de errado com aparelhos de ar condicionado e outras máquinas grandes.

  • quinta-feira, 26 de novembro de 2015
  • Por Rachel Metz
  • Tradução por Elisa Matté (OPINNO)


Imagem: Aplicativo para iPhone permite que os técnicos dA Augury comecem a gravar as vibrações e sons ultrassônicos de máquinas para ajudar a diagnosticar os problemas existentes ou potenciais.

Se você já tentou diagnosticar um problema em um carro apenas por ouvindo-o ligado, você tem uma noção do que a startup chamada Augury está fazendo. Só que em vez de ter os ouvidos humanos prestando atenção, está analisando as vibrações e sons ultrassônicos para descobrir o que há de errado com grandes máquinas.

A empresa, sediada em Nova York e Haifa, Israel, usa aplicativos para iPhone, dispositivos e sensores para registrar o som de motores e bombas e, em seguida, compara com gravações de máquinas existentes para determinar se a máquina que está sendo analisada está ou não funcionando corretamente ou qual é o problema se não estiver funcionando direito.

Por enquanto, Augury está se concentrando em diagnósticos para sistemas de aquecimento, ventilação e refrigeração dos edifícios comerciais; CEO e co-fundador Saar Yoskovitz diz que a Augury pode apontar questões como se um rolamento está na hora de ser substituido ou se há necessidade de lubrificação ou realinhamento simplesmente escutando.

A empresa acredita que sua tecnologia pode ajudar os técnicos e também reduzir o custo de manutenção para os donos de prédios ao longo do tempo. E, já que a maioria das falhas não acontecem de um dia para o outro, Augury diz que também pode informa-lo de um problema existente antes de ele se tornar uma coisa cara de consertar.

"Podemos prever quando isso vai ser crítico, e quando você vai precisar começar a pensar em repará-lo", diz Yoskovitz.

Yoskovitz diz que a Augury está atualmente trabalhando com empresas de serviços cujos técnicos são responsáveis por fazer reparos de sistemas de climatização de edifícios, bem como com algumas empresas de gestão de instalações.


Imagem: O Auguscope registra as vibrações e sons ultrassônicos das máquinas, que são então analisados remotamente.

Para diagnosticar um problema com a Augury, um técnico acopla um sensor magnético ao corpo de uma máquina - uma bomba, ventilador ou aparelho de ar-condicionado central, por enquanto, já que é o que a Augury está preparada para analisar. O sensor é fisicamente conectado a uma ferramenta Augury chamada Auguscope, que coleta dados de sensores de vibração e ultrassom e envia essa informação para um iPhone conectado; um aplicativo Augury no telefone envia os dados para a nuvem, onde é analisada nos servidores da Augury e comparadas com outras gravações anteriores dessa máquina e de outras máquinas semelhantes. Em seguida, o aplicativo pode dar ao técnico um diagnóstico do problema.

Os técnicos também podem mover o sensor para diferentes partes da máquina para registrar em diferentes pontos, a fim de ajudar a identificar onde está o problema fisicamente; Yoskovitz afirma que num teste destes, Augury foi capaz de diagnosticar e localizar o local de uma fenda na barra de rotor de um motor, o que levou a uma correção que custou uma fração do que custaria a substituição do motor inteiro.

Um dia, ele espera que as capacidades da Augury sejam incorporadas direitamente em aparelhos dos consumidores, tornando possível para a sua máquina de lavar roupa ou geladeira te avisar quando você precisar substituir alguma peça.

Chris Mechefske, professor da Universidade de Queen, em Ontário, que estuda diagnóstico de falhas e condicionamento com base em vibrações, diz que a idéia básica por trás da Augury não é única. Mas sua técnica de comparar novas gravações às já existentes poderia ser útil se as comparações fossem feitas às máquinas certas, ou seja aquelas que não são apenas semelhantes mas também que estejam operando em condições de funcionamento muito semelhantes.

Se assim for, diz ele, "isso lhe dá uma vantagem real, em termos de escolher não apenas quando você tem uma falha ou alguma deterioração ocorrendo, mas exatamente qual a falha".


Imagem: Aqui, uma pessoa usa um iPhone e Auguscope para monitorar uma máquina.

Para deixar seu comentário, por favor, regístrate ou efetue seu login

Esqueceu sua senha?

Publicidade

Vídeo

Inovadores com menos de 35 anos Brasil

Mais Vídeos

Informes Especiais

Uma Cura para os Gastos com Saúde

Os gastos com a saúde estão fora de controle. E a inovação em medicamentos, testes e tratamentos é o motivo. Mas e se a tecnologia pudesse ser uma forma de poupar dinheiro ao invés de gastá-lo?

Ganhando Com Dispositivos Móveis

Publicidade
Publicidade