Materiais

Baterias Para Suportar Energia Eólica e Solar na Rede Elétrica Encontram Primeiros Clientes

Aplicações de nicho vão ajudar a tecnologia de baterias para redes elétricas avançar.

  • quarta-feira, 14 de janeiro de 2015
  • Por Kevin Bullis
  • Tradução por Elisa Matte (OPINNO)

Imagem: Uma bateria para rede elétrica da Aquion Energy.

Vários novos tipos de baterias, cada uma capaz de armazenar de forma rentável a energia produzida a partir do vento ou fazenda solar, estão finalmente a ser ligado a redes de energia. As baterias de grade chamados poderia baixar o custo da energia renovável, eliminando o problema de intermitência que surge quando o sol não está brilhando ou o vento não está soprando.

Na quarta-feira, Aquion Energy, uma startup sediada em Pittsburgh que faz uma bateria deste tipo, anunciou que a tecnologia vai permitir que uma pequena rede elétrica no Havaí funcione 24h por dia com energia solar.

Baterias convencionais seriam muito caras e não confiáveis de usar para armazenar energia em grade escala. As novas baterias usam materiais e processos de fabricação que não só reduzem os custos, mas também deve permitir-lhes durar décadas (veja “Storing the Sun” e “A Battery to Prop Up Renewable Energy Hits the Market”).

Projetos similares estão decolando na Califórnia, impulsionados pelos novos regulamentos feitas para acomodar mudanças nas energias renováveis (veja "A Battery Made of Iron Could Improve the Economics of Solar and Wind Power"). No mês passado, Ambri, uma startup com sede em Cambridge, Massachusetts, que faz com que as baterias fora do metal fundido, anunciou que iria conectar suas baterias à rede pela primeira vez no final deste ano em uma série de projetos-piloto em Massachusetts, Neva Iorque, Havaí e Alaska (veja “Ambri’s Better Battery”)

As novas tecnologias de bateria ainda não são mais baratas do que usinas de gás natural atuais - a tecnologia de escolha para dar suporte para as energias renováveis - em todas as situações. Isso se deve, em grande parte, às baterias estarem sendo produzidas em volumes baixos.

Mas Aquion e Ambri estão focando mercados especializados. Os preços da eletricidade são especialmente elevados no Havaí, tornando as baterias para dar suporte à energia eólica e solar mais valiosas. O microgrid do Havaí servirá dará suporte a uma matriz de painel solar de 176 quilowatts, grande o suficiente para mais de 40 casas de médio porte e irá armazenar 1.000 quilowatts-hora de eletricidade, o suficiente para abastecer uma casa típica dos Estados Unidos por mais de um mês. A fábrica da Aquion poderia fazer 200 projetos desse por ano.

Projetos-piloto da Ambri têm como foco uma situação um pouco diferente, onde reduzir a demanda de energia em horários de pico da rede é importante. Se os clientes puderem armazenar um pouco de eletricidade localmente, eles podem reduzir o quanto exige da rede elétrica em momentos-chave e, assim, reduzir muito o quanto pagam pela energia.

Um dos projetos-piloto da Ambri também pode ajudar a resolver um problema fundamental em Nova Iorque, onde as redes que trazem a energia para a cidade são, muitas vezes ficam sobrecarregadas. As baterias da empresa poderiam reduzir a demanda e reduzir a necessidade de construção de linhas de transmissão adicionais. Eles também poderiam servir como backup no caso de falta de energia, diz Phillip Guidice, CEO da Ambri. O último é uma das principais preocupações para a cidade, que foi danificada pelo clima, como a supertempestade Sandy, nos últimos anos.

Para deixar seu comentário, por favor, regístrate ou efetue seu login

Esqueceu sua senha?

Publicidade

Vídeo

Inovadores com menos de 35 anos Brasil

Mais Vídeos

Informes Especiais

Uma Cura para os Gastos com Saúde

Os gastos com a saúde estão fora de controle. E a inovação em medicamentos, testes e tratamentos é o motivo. Mas e se a tecnologia pudesse ser uma forma de poupar dinheiro ao invés de gastá-lo?

Ganhando Com Dispositivos Móveis

Publicidade
Publicidade