Web

Comentário: Wajam, uma Ferramenta Para Pesquisar Socialmente

A abordagem tem algumas lombadas, mas é fácil vê-la se tornar a norma em alguns anos.

  • Quarta-feira, 12 de Setembro de 2012
  • Por Rachel Metz
  • Tradução por Elisa Matte (Opinno)

Quanto mais postamos em sites de redes sociais como o Facebook e Twitter, maiores as quantidades de dados que geramos sobre o nosso hábitos -  o que gostamos e o que não gostamos, histórias interessantes que lemos, vídeos bonitinhos de animais que já vi.

Se você é como eu, você vê essas coisas apenas uma vez quando passa por elas no seu feed de notícias do Facebook ou na lista de tuitadas do Twitter e então eles desaparecem conforme novas noticias empurram as antigas mais para baixo na tela.

Só porque ela não é mais uma notícia quente, ela não se torna irrelevante. Empresas como Google e Microsoft estão cada vez mais percebendo o valor destes dados, fazendo-os aparecer juntamente com resultados regulares de pesquisa em seus motores de busca (veja "Pesquisa Social").

Além dos resultados esperados, uma consulta para "manteiga de amendoim" no Google também pode levanta posts relacionados de seus amigos no Google+, enquanto o motor de busca da Microsoft Bing pode surgir mensagens de amigos do Facebook, juntamente com sugestões de pessoas que você não conhece em vários sites de redes sociais que podem estar bem informados sobre o alimento pegajoso (como a atriz Debra Messing, que aparentemente tem uma queda pelos Penut Butter Cups da Reese).

Uma startup chamada Wajam espera tocar esta tendência, oferecendo um plug-in gratuito para navegadores de internet que faz aparecer um pop-up contendo conteúdo relacionado de seus amigos no Twitter, Facebook e Google+ quando você pesquisa em mais de uma dúzia de sites - incluindo o Google, Bing, Amazon.com, eBay e Wikipedia. Wajam foi lançado publicamente no ano passado e foi gradualmente adicionando capacidades, incluindo, mais recentemente, vários sites de varejo online e um componente do iPhone. E, embora a abordagem Wajam ainda precise de muito trabalho, é fácil imaginar este tipo de pesquisa se tornando a norma nos próximos anos.

Wajam supera os grandes atores com a sua disponibilidade e flexibilidade. Você pode usá-lo em todas os quatro principais navegadores (Firefox, Internet Explorer, Chrome e Safari) e puxar dados sociais relevantes em ambos os sites óbvios e nos menos esperados, como aqueles IMDb, TripAdvisor, e Shopping.com. Depois de se inscrever no site e fazer o download do plug-in, seus resultados Wajam aparecem como um pop-up na página, às vezes com anúncios (embora você possa desligar os anúncios nas configurações do Wajam).

Wajam provavelmente funciona melhor para tópicos nos quais você já está interessado. Para mim, ele funcionou para a tecnologia, especialmente, porque eu tenho um monte de amigos e contatos de negócios que postam sobre essas coisas no Twitter e no Facebook. Procurando por "inteligência artificial" na Wikipedia, por exemplo, obtive uma série de artigos interessantes sobre IA, enquanto uma busca por "Nikola Tesla" me conectou a um vídeo inteligente do YouTube chamado "A História do Nikola Tesla, uma história curta".

Ele me ajudou a buscar receitas, também. Eu pesquisei "macarrão com queijo" muitas vezes, mas com Wajam eu tenho tanto os resultados esperados do Google como alguns mais interessantes: um link para uma receita da época da Guerra Civil  e um link para uma história da NPR sobre contrabandistas traficando drogas dentro de queijos.

Mas o Wajam foi mais útil quando eu procurei no site da Amazon, onde eu estou sempre à espreita de novos componentes eletrônicos. Uma pesquisa por "fones" trouxe os dois mais populares que o varejista online vende e uma caixa Wajam com links para artigos relevantes e algumas potencialmente excelentes fones.

Não foi tão útil quando eu tentei procurar hotéis no Vietname ou bicicletas tandem. Este parece ser algo que é susceptível a melhora ao longo do tempo, embora, conforme meus amigos e eu usamos a mídia social mais e mais para catalogar nossas aventuras (e, talvez, como eu faço mais amigos que gostam de viajar e pedalar).

O maior problema que eu tive com o serviço no meu computador foi a lentidão. Havia sempre um atraso considerável antes de os resultados do Wajam aparecerem e que poderiam levar um longo tempo para carregar depois de eu clicar para ver os links, fotos ou vídeos. Às vezes eu simplesmente não tenho paciência para esperar.

Wajam recentemente fez o salto para a tela do iPhone, oferecendo uma versão de seu serviço como um perfil passível de download, que essencialmente permite que o produtor do perfil intercepte dados que fluem para o seu iPhone a partir da Internet. No caso do Wajam, isto lhe permite acrescentar sua camada social própria em cima do aplicativo Google Maps e do Google Search no Safari. O gerente de marketing do Wajam, Alain Wong, diz que esta solução é necessária devido a restrições da Apple sobre aplicativos iOS trabalhando juntos e compartilhamento de dados.

Com o Wajam no meu iPhone, eu poderia procurar por "brunch" ou "happy hour" no Google Maps e ver lugares que meus amigos tenham visitado (estes resultados aparecem como pequenos tags "w" no mapa). E no Safari, Wajam adiciona uma nova aba "amigos" para a página de pesquisa do Google, onde ele entra em resultados de pesquisa social.

A versão móvel do Wajam tem alguns problemas. Wajam trabalha atualmente através da sua rede de dados 3G, por isso, se, como eu, você não tem uma ótima conexão 3G no trabalho ou em casa, você vai ficar limitado em como usá-lo (Wong diz que vai funcionar através de Wi-Fi, mas você precisa de um novo perfil para cada rede Wi-Fi que você usa). Mais irritante, o serviço ficava me pedindo uma autenticação com meu nome de usuário e senha. Eventualmente, isso ficou tão enlouquecedor que eu deletei o aplicativo do meu iPhone. E embora eu tenha tentado várias vezes reinstalá-lo, eu era incapaz de fazê-lo funcionar novamente por cerca de 24 horas - Wong diz que foi devido a um problema que já foi resolvido.

Apesar de seus problemas, estou curioso para ver o que acontece com o Wajam. Com a pesquisa social ainda na sua infância, não há muito espaço para crescer e melhorar, espero que o Wajam faça os dois.

Para deixar seu comentário, por favor, regístrate ou efetue seu login

Esqueceu sua senha?

Publicidade

Vídeo

Inovadores com menos de 35 anos Brasil

Mais Vídeos

Informes Especiais

Uma Cura para os Gastos com Saúde

Os gastos com a saúde estão fora de controle. E a inovação em medicamentos, testes e tratamentos é o motivo. Mas e se a tecnologia pudesse ser uma forma de poupar dinheiro ao invés de gastá-lo?

Ganhando Com Dispositivos Móveis

Publicidade
Publicidade