Informática

Estudo Revela Uma Visão Confusa de Privacidade e Segurança em Dispositivos Móveis

A percepção de muitos usuários está em desacordo com a realidade, os pesquisadores mostram.

  • Segunda-Feira, 06 de Agosto de 2012
  • Por Conor Myhrvold
  • Tradução por elisa matte (opinno)

Smartphones armazenar uma grande quantidade de dados pessoais valiosos, fotos, vídeos, e-mail, textos, dados de aplicativos, localizações de GPS e hábitos de navegação na internet, que está cada vez mais caindo nas mãos dos anunciantes, fabricantes de aplicativos, policiais e bandidos.

Uma pesquisa publicada recentemente pela por pesquisadores de leis da Universidade da Califórnia, em Berkeley, sugere que há uma significativa desconexão entre a percepção de muitas pessoas da segurança e privacidade dos dados em seus smartphones e a realidade.

A maioria dos usuários de telefonia móvel que participaram da pesquisa para o relatório disse, por exemplo, que não gosta da ideia de outras pessoas acessando as informações armazenadas em seus telefones móveis. Mais de 80 por cento disse que não gostaria que um colega de trabalho usasse o seu telefone e metade disse que não gostaria nem que amigos próximos acessassem seu dispositivo. A maioria dos entrevistados também disse acreditar que seu telefone celular era tão privado quanto seu computador pessoal. O estudo envolveu 1.200 domicílios em uma mistura de telefones fixos e dispositivos móveis e foi financiado pela Nokia.

A realidade é que milhões de pessoas já fornecem dados móveis para os comerciantes, analistas de negócios e para a policia, muitas vezes sem seu conhecimento ou consentimento (veja "O que o seu telefone sabe sobre você" e "Tirando mais valor de dados de telefones celulars").

A maioria das pessoas entrevistadas para o estudo disseram acreditar que a policia precisa de permissão especial para acessar informações em um telefone. Na verdade, a polícia pode adivinhar uma senha para desbloquear um aparelho confiscado e pode representar o proprietário do telefone, enviando textos, se o telefone está desbloqueado. Nenhuma das atividades foi impedida pelos tribunais.

Quatro quintos dos entrevistados disseram que "definitivamente" ou "provavelmente" não deixariam aplicativos coletar sua lista de contatos. Mas é isso que muitas empresas fazem (veja "Empresas de Anúncios para Dispositivos Moveis Buscam Novas Formas de Rastrear Você" e "Apple ignorou as advertências sobre o Acesso à Lista de Contatos”).

Setenta por cento dos entrevistados disseram que definitivamente não permitiriam que seus telefones os fornecessem anúncios baseados em localização. Muitos aplicativos móveis já recolhem dados baseados em localização, alguns dos quais são posteriormente usados comercialmente. Este sentimento sugere que poderia ser ainda mais difícil que o esperado ganhar dinheiro com publicidade conforme mais uso de internet migra para dispositivos móveis (veja "Retornos do Facebook é Menor que seus Desafios" e "Facebook Considera Anúncios para celular que sabem o que você está fazendo").


Para deixar seu comentário, por favor, regístrate ou efetue seu login

Esqueceu sua senha?

Publicidade

Vídeo

Inovadores com menos de 35 anos Brasil

Mais Vídeos

Informes Especiais

Uma Cura para os Gastos com Saúde

Os gastos com a saúde estão fora de controle. E a inovação em medicamentos, testes e tratamentos é o motivo. Mas e se a tecnologia pudesse ser uma forma de poupar dinheiro ao invés de gastá-lo?

Ganhando Com Dispositivos Móveis

Publicidade
Publicidade